Ela é canceriana

Ela é canceriana

Compartilhe esse conteúdo

Ela é canceriana 
 
Ela é canceriana e é uma espécie de mãe para todos. É aquela que vai ouvir atentamente todo teu pranto, vai criar mecanismos para você se livrar de um problema, uma tristeza, uma dor.  Ela vai estar lá quando você menos esperar, ela te encontrará quando você estiver perdido.  Ela é canceriana. É dona de um brilho nos olhos, de um sorriso aberto. Seus braços parecem ter sido feitos para abraçar o mundo.  Ela é aquele tipo de pessoa que você começa a conversar e sente vontade de fazer parte de seu universo, de sua vida,  de seu coração. Ela é canceriana e sabe que todos nós temos marcas, temos  sentimentos. 
 
É aquela que que não tem medo de sorrir, não teme o amor e acredita nele como uma forma de salvação. Ela faz festa com um ou dez amigos. É uma menina.  Dança sem música, gargalha alto, chora sem medo. Ela segura firme as rédias de sua vida e quando todos acham que ela não conseguirá, ela ressurge, como uma flor que resiste a tudo e brota em meio ao concreto. Ela é canceriana e fará você ver que o mundo é bom, ela te provará que as pessoas cultivam espinhos somente para se defender e te ensinará que apesar dos tombos é preciso acreditar outra vez. 
 
 
Cancerianas são memórias. Não se engane ela lembrará a ausência e a presença, lembrar do passado, mas não fará dele moeda de troca por seu amor. Ela  mostrará a você da maneira mais doce possível quando você está errado,  ela indicará o caminho, mas respeitará se você o fizer diferente. Ela é aquela que só deseja que todos terminem o dia sorrindo e acreditando que a vida é doce e por mais difícil que esteja irá melhorar. Ela é aquela que vai dizer que sente saudade sem rodeios, que vai desculpar suas mancadas quando perceber que você agiu com coração.
 
 
Cancerianas possuem uma teia no sorriso e quando você percebe já está preso em sua doçura. Tem a bravura daquelas que escolheram viver com o coração. Nasceu chorando e chora sem medo. Chorando ela floresce. Ela é canceriana. Cancerianas são capazes de olhar nos olhos da dor e enfrenta-la. Elas sabem que não há quem resista a um coração aberto.