Alarme de bomba muda rotina da Zona Leste de Natal

Alarme de bomba muda rotina da Zona Leste de Natal

Compartilhe esse conteúdo

Uma suposta bomba mobilizou o Batalhão de Operação Especiais (BOPE) e modificou a rotina da Zona Leste de Natal na manhã desta terça-feira (22). Um objeto cilindrico, possivelmente um sinalizador da Marinha do Brasil, foi colocado na Rua Açu, no Tirol, e causou um grande congestionamento na região. 

O objeto foi descoberto pelo motorisra Weverton Fernandes, 41, que saía de casa, por volta das 9h da manhã. Ele ligou para a Polícia Militar e aguardou a retirada do objeto. 

O trabalho para inutilizar o simulacro de bomba se estendeu por mais de quatro horas. O serviço mobilizou, além do Bope, equipes do Corpo de Bombeiros e de agentes de trânsito da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). O tráfego entre a Rua Açu e a Avenida Afonso Pena ficou interrompido por mais de três horas.

Um policial especializado em operar cargas explosivas iniciou o trabalho de remoção do objeto. Ele estava vestido com roupas antiexplosão – com fibras balísticas que ajudam a dissipar a força e a repelir os estilhaços – e utilizou um braço mecânico para levar a peça até o canteiro central da avenida Afonso Pena. 

A ação foi acompanhada por curiosos e equipes de reportagem, que a todo o momento desobedeciam aos avisos dos policiais para que ficassem a 100 metros do local da detonação. Quando a carga foi detonada, seguida de um forte estrondo, o que se viu foi que o objeto cilíndrico não havia se rompido.

O Bope pediu auxílio da Marinha do Brasil para investigar a aparição do sinalizador.