Cinco mil fazem o Enem hoje no Rio Grande do Norte

Cinco mil fazem o Enem hoje no Rio Grande do Norte

Compartilhe esse conteúdo

A segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016, que acontece hoje e amanhã, dias 03 e 04 de dezembro, respectivamente, vai acontecer em quatro municípios do Rio Grande do Norte, segundo informações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Um total de 5.150 inscritos poderão fazer as provas neste fim de semana. 
 
No Estado, o exame será aplicado nas cidades de Natal, Macau, Caicó e Pau dos Ferros. Ao todo, oito locais de prova serão utilizados e 139 salas de avaliação. Foram escolhidas duas escolas em cada um dos municípios listados para a realização do certame.
 
Na capital potiguar, as provas serão feitas em duas unidades privadas de ensino: Colégio Marista de Natal e Colégio Nossa Senhora das Neves. Os candidatos que prestarão hoje ao ENEM já sabiam que não iriam fazê-lo desde o dia 01 de novembro. Foi quando o Instituto de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), por conta das ocupações em escolas listadas como locais do exame regular, deciciu postergar a data  das provas. Lembrando que a primeira etapa aconteceu nos dias 05 e 06 de novembro. Ainda segundo o Inep, só quem estava inscrito para avaliação nas escolas ocupadas poderá fazer o exame. Aqueles que, porventura, faltaram às provas em novembro, com isso, estão impedidos de prestar a segunda aplicação. A nova prova, por sinal, terá o mesmo modelo e nível de dificuldade que a do ENEM regular, mas com questões diferentes.
 
Em todo o Brasil, segundo o Ministério da Educação (MEC), são 277.624 candidatos farão a segunda aplicação da prova. Do total de participantes, 273.521 (98,52%) não puderam participar do Enem regular por causa das ocupações em escolas, universidades e institutos federais, e 4.103 (1,47%) foram afetadas por contingências como a interrupção do fornecimento de energia elétrica. 
 
Em relação ao custo da mudança, a reaplicação do exame nacional custará R$ 10.512.564,33, segundo o INEP. Os cálculos incluem os gastos com impressão, aplicação, correção e distribuição das provas e materiais administrativos. O valor é inferior ao inicialmente projetado pelo Ministério da Educação (MEC), de R$ 15 milhões. 
 
Farão provas os candidatos que tiveram a prova adiada devido a ocupações de escolas, universidades e institutos federais. Além desses estudantes, também prestarão exame os que tiveram a aplicação das provas prejudicadas por problemas de infraestrutura, como interrupção temporária do fornecimento de energia elétrica.
 
Todas as novas tecnologias de segurança implementadas em 5 e 6 de novembro também estarão presentes na aplicação deste fim de semana, caso da coleta do dado biométrico dos participantes nos dois dias de provas e do uso de detector de metal na entrada e na saída dos sanitários.
 
Mesmas regras da primeira prova
 
Da mesma forma que os candidatos que participaram do exame regular do exame, que aconteceu em novembro, os potiguares que irão fazer a segunda aplicação terão de tomar certos cuidados para não ter problemas com a prova. O INEP, por exemplo, manteve o horário de aplicação do primeiro exame. Os portões são abertos às 12h e fechados às 13h (horário de Brasília). Depois dos portões fechados, o exame começa a 13h30. Ou seja, como o Rio Grande do Norte não está seguindo o horário de verão, o candidato precisar chegar ao local da prova uma hora mais cedo. 
 
Além disso, o postulante a uma vaga na universidade precisa levar consigo um documento oficial com foto (RG, Carteira de Habilitação, Certificado de Reservista, Carteira de Trabalho, Certificado de Dispensa de Incorporação e Identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros são as identificações aceitas) e uma caneta esferográfica de tinta preta. 
 
No primeiro dia de prova, os candidatos deverão responder 45 questões de múltipla escolha das disciplinas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. O tempo total para realização é de 4h30. No segundo dia, a prova traz questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias. A redação também é realizada neste mesmo dia. O tempo disponível para o exame é de 5h30. Ainda segundo o INEP, os gabaritos das provas serão divulgados na quarta-feira, 07, na Página do Participante, na internet, e por meio do aplicativo Enem 2016.
 
NOVO e CDF comentam ao vivo e fazem a correção das provas a partir das 19h
 
A parceria entre NOVO e o CDF Colégio e Curso, denominada “Maratona Enem 2016”, vem veiculando videoaulas na plataforma digital do NOVO desde o início da semana. A parceria também ocorreu durante as provas da primeira aplicação do ENEM. 
 
Na edição deste sábado e também do domingo, os professores se aterão a fazer comentários  sobre as provas do Exame Nacional do Ensino Médio.A Maratona Enem 2016 tem o patrocínio da Miranda Computação e da Wizard Escola de Idiomas. Candidatos podem assistir videoaulas com dicas importantes ministradas pelos professores experientes do CDF. Hoje, os professores entrarão ao vivo para os comentários do primeiro dia de prova, entre 19h30 às 22h3. Amanhã, a mesma coisa no mesmo horário.