'Caso Victor Ramos' será julgado antes do início da Série B

Compartilhe esse conteúdo

O Internacional julga ter conseguido uma grande vitória em sua batalha para não ter que jogar a Série B depois de ser rebaixado em campo. Nesta segunda-feira, o clube divulgou que a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) marcou para o próximo dia 4 de abril o julgamento do recurso colorado contra a escalação de Victor Ramos pelo Vitória.

"Agora é oficial: a audiência do caso relativo à irregularidade de inscrição do atleta Victor Ramos foi marcada para 04 de abril pela CAS", postou no Twitter o vice-presidente jurídico do Inter, Gustavo Juchem. No calendário de julgamentos no site da corte suíça, porém, não consta esse julgamento.

O Internacional alega que o Vitória escalou irregularmente Victor Ramos durante o Brasileirão do ano passado, argumentando que o jogador não voltou a ser registrado no Monterrey, do México, depois do fim do empréstimo ao Palmeiras, em 2015. Assim, a transferência dele para o Vitória seria internacional, não nacional.

O clube se apegou a essa tese na reta final do Campeonato Brasileiro, mas o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) descartou a denúncia, rejeitando um possível "tapetão" no torneio. Aí, restou ao Inter apelar à CAS.

Até esta segunda-feira, porém, não havia uma data para julgamento. O medo do Inter era que a CAS só avaliasse o caso depois de já iniciado o Brasileirão. A CBF, a CAS e o Vitória ainda não se pronunciaram sobre a data divulgada pelo Inter.

Massa celebra sexta colocação, elogia Williams e brinca: 'Nada mau para um velho'

Compartilhe esse conteúdo

O brasileiro Felipe Massa não poderia pedir uma estreia melhor na temporada 2017 da Fórmula 1. Neste domingo (26), no GP da Austrália, vencido por Sebastian Vettel, o piloto da Williams ganhou uma posição logo na largada e conseguiu segurar a sexta colocação para somar seus primeiros oito pontos no Mundial.

"O resultado foi simplesmente ótimo. Eu fiquei muito feliz com o carro todo. O jeito que administrei os pneus, a consistência, o trabalho de toda a equipe, o pit stop... Tudo funcionou realmente bem. Eu também consegui bater as equipes que estavam atrás da forma certa", declarou após a prova.

Sétimo no grid, Massa explicou que considerava a largada fundamental para definir seu futuro na prova. Por isso, atacou Romain Grosjean assim que o sinal verde apareceu e conquistou a sexta colocação. O piloto também celebrou o fato de ter ficado atrás somente das três principais equipes da categoria: Ferrari, Mercedes e Red Bull.

"Definitivamente, foi uma boa corrida. Eu sabia que a coisa mais importante para mim seria ultrapassar o Grosjean na largada, porque a competição era muito mais com ele do que com os outros caras na frente, que eu sabia que seriam muito difíceis de bater, como Red Bull, Ferrari e Mercedes. Tive um começo muito bom e o ultrapassei. Então, minha corrida ficou livre até o fim", considerou.

Aos 35 anos, Massa é um dos pilotos mais experientes em meio a um grid repleto de jovens talentos. Justamente por causa da idade, ele chegou a anunciar a aposentadoria ao fim da última temporada e só voltou atrás por causa da ida de seu então companheiro de Williams Valtteri Bottas para a Mercedes.

Com o resultado deste domingo, Massa se mostrou animado para brigar por posições no Mundial deste ano, e brincou com o retorno da aposentadoria. "Podemos usar esta corrida para pensar em termos de trabalho para o Mundial. Estou muito feliz com o resultado, então agradeço a toda equipe. Nada mau para um velho "

Falcão marca em seu último jogo oficial pela seleção e exalta: 'Vivi tudo isso'

Compartilhe esse conteúdo

Maior nome do futsal em todos os tempos, Falcão se despediu oficialmente da seleção brasileira neste domingo (26). O craque de 38 anos foi o dono da festa no amistoso realizado na Barra da Tijuca, no Rio, e não decepcionou, ao marcar um dos gols da vitória por 3 a 2 sobre a Colômbia.

Com mais de 20 anos de carreira, Falcão se tornou o melhor jogador da modalidade em todos os tempos com seus lances de incrível habilidade, dribles desconcertantes e muitos gols. Foram 385 nas 242 partidas disputadas com a camisa do País, incluindo o deste domingo, em chute forte de longe.

Próximo de abandonar o futsal profissional, o jogador do Magnus Futsal, de Sorocaba, avisou que a convocação do técnico PC de Oliveira para o confronto diante da Colômbia seria a última que aceitaria. Mas ele ainda deseja realizar um jogo festivo no segundo semestre, em São Paulo, para vestir a camisa da seleção uma última vez.

"Espero que minha história tenha acontecido da melhor forma possível. Tentei, lutei, errei também, como todos, mas espero que tenha sido positivo. Espero que o legado tenha sido o melhor, porque fico feliz de ter alegrado gerações, colocado as pessoas para ver o futsal. Vivi tudo isso. Tenho certeza que durante todos estes jogos, tentei fazer o melhor também pela torcida", disse, emocionado, à TV Globo após a partida.

Durante as quase duas décadas em que atuou pela seleção, Falcão conquistou diversos títulos de expressão, com destaque para as Copas do Mundo de 2008, em casa, e 2012, na Tailândia. Na campanha da terceira colocação em 2004, em Taiwan, e em 2008, ainda foi eleito o melhor jogador da competição. A caminhada com a camisa do Brasil foi fundamental para que ele fosse eleito quatro vezes o melhor do mundo na modalidade: 2004, 2006, 2011 e 2012.

"Fui importante para o futsal, e o futsal para mim. Sei da minha importância, vivi uma grande geração. Minha grande diferença foi trazer a alegria de jogar uma pelada para o lado profissional", considerou.

Neste domingo, foi justamente ele o responsável por abrir o placar. Depois de começar no banco, o craque entrou em quadra com cinco minutos de jogo. E logo no primeiro toque na bola, aproveitou cobrança de escanteio para encher o pé e vencer o goleiro adversário.

Alex marcou o segundo, a Colômbia diminuiu, e Leandro Lino fez o terceiro para o Brasil ainda no primeiro tempo, recebendo passe justamente de Falcão. Na etapa final, os colombianos ainda marcaram mais um gol e assustaram, mas os olhos estavam todos voltados para o craque brasileiro.

A 10 minutos para o fim, ele tentou um malabarismo, em toque de calcanhar, que passou rente à trave. Em outras duas oportunidades, parou no goleiro adversário. Com pouco mais de um minuto no cronômetro, parou diante do marcador, no mano a mano, e lá ficou como em tantas oportunidades, arrancando aplausos da torcida.

Após o apito final, recebeu homenagens dos torcedores e dos outros jogadores, brasileiros e colombianos. "Vir para a quadra sabendo que está acabando é muito difícil. É difícil porque passei metade da minha vida passando pela mesma coisa, vivendo a mesma pressão. Mas sei que vida de jogador tem prazo de validade, então, um dia ia acabar", finalizou.

Globo e América fazem duelo de opostos na Arena das Dunas

Compartilhe esse conteúdo

O América retorna ao Campeonato Potiguar com a necessidade urgente de reação. Atualmente na última colocação do returno após três rodadas, o time enfrenta o Globo, de Ceará-Mirim, na Arena das Dunas, às 17h, e precisa vencer a qualquer custo. Caso contrário, o time dará adeus à briga pelo título (que já é difícil) e ficará em situação delicada na luta por uma vaga na Série D do próximo ano.

Para chegar à decisão do turno e ainda lutar por vaga nas Copas o Brasil e do Nordeste, só resta do Dragão vencer o duelo. Mas a missão não é nada fácil. Campeão da Copa Cidade do Natal (o primeiro turno), o Globo só perdeu um jogo neste Estadual - e foi na estreia, quando saiu de campo derrotado por 2 a 0 pelo ABC, no Frasqueirão.

Desde então, o time segue invicto. E tem sido o adversário mais incômodo do América nas últimas temporadas. Em 2016, o Alvirrubro, por exemplo, não conseguiu bater o rival nos três jogos que disputou. No primeiro turno deste ano, também saiu derrotado por 2 a 0 no Barrettão, com dois gols de Renatinho Carioca. E a Águia atuou no duelo com um homem a menos desde os 5 minutos de jogo.

O América não vence o Globo desde 2015, quando as equipes jogaram pela Copa do Brasil. Na oportunidade, o Dragão bateu o rival no Barrettão por 5 a 1 na primeira fase do certame e eliminou o jogo da volta. Segundo o regulamento da época, o time visitante que vencesse por mais de dois gols de diferença, estaria classificado.

De lá para cá, os times já se enfrentaram em mais quatro oportunidades, com três vitórias do Globo e um empate. O curioso é que o empate rendeu ao América o título do primeiro turno do Estadual do ano passado - o time fez mais pontos na fase de classificação e tinha a vantagem do resultado.

E o histórico de confrontos, no geral, das duas equipes é bem equilibrado. Ao todo, as equipes se enfrentaram em 11 oportunidades na história, com quatro vitórias pra cada lado e três empates.

Diante deste equilíbrio, o Dragão entra em campo com a obrigação de vencer para sair da lanterna e seguir na briga para conquistar uma vaga na Série D de 2018, que pode representar o calendário do segundo semestre do próximo ano, caso o time não conquiste o acesso.

O ponto positivo para o técnico Flávio Araújo foi a vitória diante do Botafogo-PB no meio da semana pela Copa do Nordeste. O jogo já não valia nada pelo certame, já que as equipes estavam eliminadas, mas valeu para recuperar um pouco da autoestima do elenco neste momento conturbado.

O time não vencia há cinco jogos consecutivos até bater o Belo na quarta-feira. Já eliminados, os dois treinadores mandaram times mistos pro campo, com maioria dos reservas atuando.
O jogo serviu para o técnico Flávio Araújo analisar alguns novos atletas como o atacante Emerson e o lateral-esquerdo Vanvan e melhorar o sistema tático.

Pela primeira vez desde que assumiu, o Alvirrubro não tomou gols no duelo. Nos três jogos anteriores sob o seu comando, havia sofrido nove tentos em três jogos - 2 a 0 para o Sergipe, 3 a 1 para o Potiguar e 4 a 1 contra o ABC.

A estratégia diante do time paraibano, no entanto, foi um pouco mais defensiva. Araújo admitiu que esperou o time adversário jogar, se fechou com duas linhas na defesa e saiu nos contra-ataques rápidos. Mas a partida não valia nada.

Diante do Globo, o time busca uma vitória a qualquer custo diante do adversário até então mais forte do certame e precisará sair um pouco mais para buscar o resultado.
Para o jogo, o treinador ainda pode ter os desfalques do atacante Raul e do volante Filipe Alves, que fazem tratamento no departamento médico.

Histórico dos confrontos

2014

Globo 2 x 1 América
América 2 x 0 Globo
Globo 1 x 2 América
América 0 x 0 Globo

2015

América 2 x 1 Globo
Globo 1 x 1 América
Globo 1 x 5 América

2016

América 0 x 1 Globo
Globo 2 x 0 América
América 0 x 0 Globo

2017

Globo 2 x 0 América

TOTAL

11 jogos
4 vitórias do América
4 vitórias do Globo
3 empates

 

GLOBO MANTÉM PÉ NO ACELERADOR

Se alguém imaginou que o Globo fosse “tirar o pé” neste segundo turno após vencer o primeiro se enganou até agora. O time do técnico Luizinho Lopes tem levado a sério a Copa RN. O time atualmente é o terceiro colocado na Copa RN com quatro pontos conquistados e quer conquistar o título da competição para ser declarado campeão potiguar de 2017, já que não precisaria disputar a grande final.

O clube de Ceará-Mirim atualmente está atrás apenas do Potiguar de Mossoró (que tem sete) e Assu (com seis), mas tem um jogo a menos na tabela, já que não atuou na estreia diante do ABC, que tinha jogo marcado pela Copa do Brasil.

Se vencer o América neste final de semana, portanto, a equipe comandada por Luizinho Lopes pode dar um grande passo para garantir uma das vagas na final deste turno.
A equipe de Ceará-Mirim, na teoria, é que mais joga sem pressão no certame, por já ter conquistado as vagas na Série D do Brasileirão do próximo ano e nas Copas do Brasil e do Nordeste (pelo menos na fase prévia).

Com uma base titular que joga junta há algum tempo, o time terá um desfalque importante. O meio-campista Tiago Lima foi expulso na última rodada no empate por 0 a 0 diante do Santa Cruz no Barrettão e está suspenso. Segundo o árbitro da partida, o jogador desferiu uma cotovelada no lateral-direito rival Ruan e por isso recebeu o vermelho direto.

Para a posição, Luizinho Lopes tem algumas opções. A tendência, no entanto, é de que o jovem atacante Denis entre na vaga, formado o ataque ao lado de Bismarck, Romarinho e Luizão. Outra opção é a entrada do veterano meia Renatinho Potiguar na equipe.

 

Ficha Técnica

América

Fred; Osmar, Richardson (Lucas Bahia), Paulão e Everton; Filipe Alves, Somália e Marcos Júnior; Dija Baiano (Geovane), Jean Patrick e Tony.
Técnico: Flávio Araújo

Globo

Rafael;  ngelo, Negretti, Jamerson e Renatinho Carioca; Leomir, Pablo Oliveira e Bismarck; Denis, Romarinho e Luizão.
Técnico: Luizinho Lopes

Estádio: Estádio Arena das Dunas, em Natal-RN Hora: 17h. Árbitro: Pablo Ramon-RN
 

ABC vence o Santa Cruz e dorme na vice-liderança da Copa RN

Compartilhe esse conteúdo

O ABC conquistou a segunda vitória consecutiva na Copa Rio Grande do Norte. Na noite deste sábado, o alvinegro bateu o Santa Cruz de Natal, pelo placar de 3 a 0, em partida válida pela quarta rodada do segundo turno do Campeonato Potiguar. Os gols do jogo foram marcados por Nando e Marques.

Com o resultado, o Elefante chegou aos seis pontos e alçou para a vice-liderança do returno. No entanto, o clube pode ser ultrapassado na tábua de classificação por ASSU e Globo, que entram em campo apenas neste domingo (26) contra Baraúnas e América, respectivamente. Vale ressaltar que o ABC tem dois jogos atrasados, resultado das partidas contra o São Paulo pela Copa do Brasil.

Já o Santa Cruz segue sem vencer no estadual. O tricolor aparece apenas na sexta posição da Copa RN, com dois pontos em quatro jogos. O time do técnico Júlio Terceiro pode encerrar a rodada na lanterna da competição.

Na próxima rodada, o ABC recebe o ASSU, às 17h, no estádio Frasqueirão. O Santa Cruz, por sua vez, viaja até Mossoró para medir forças contra o Baraúnas, no estádio Nogueirão, às 17h. As duas partidas acontecem no domingo (2).

Antes, o ABC enfrenta o Globo, em partida atrasada válida pela primeira rodada da Copa Rio Grande do Norte. A partida será disputada na quarta-feira (29), às 20h, no estádio Barrettão, em Ceará-Mirim.

Nando inspirado

O ABC contou, mais uma vez, com o faro de gol do atacante Nando para bater o Santa Cruz. Foi dele os dois gols do alvinegro na noite deste sábado.

O primeiro tento do atacante saiu aos 21 minutos do primeiro tempo. Gegê cobrou escanteio preciso e a bola foi parar na cabeça do camisa 9, que só teve o trabalho de escorar para o fundo das redes.

Naquele momento, o gol serviu para dar tranquilidade ao time do técnico Geninho. Embora mais bem postado em campo, o alvinegro sofria com as investidas em contra-golpes do Santinha.

Nando voltaria a aparecer aos 22 minutos do segundo tempo, em jogada semelhante à do primeiro gol. Novamente após cruzamento de Gegê, o atacante dominou a bola, limpou a marcação e estufou o barbante após chute de esquerda.

Com os dois tentos da noite, o centroavante chegou ao oitavo gol no Campeonato Potiguar.

Iluminado

Marques é o novo xodó da torcida do ABC. Depois de marcar na vitória sobre o CSA, na quarta-feira, pela Copa do Nordeste, o atacante voltou a deixar a sua marca, dessa vez contra o Santa Cruz.

Marques, que começou a partida no banco de reservas, entrou ao longo do segundo tempo e fez bonito. Aos 42 minutos, ele recebeu a bola nas costas da defesa do tricolor, driblou o goleiro William e entrou com bola e tudo. Um golaço para fechar o placar!

Índio Oliveira lesionado

O atacante Índio Oliveira, do Santa Cruz, deixou o gramado da Arena das Dunas lesionado. O velocista se machucou após disputa de bola com Felipe Guedes, no meio de campo, e acabou substituído por Hudson.

A saída de Oliveira interferiu na qualidade ofensiva do Santa, que criou poucas chances de marcar ao longo dos 90 minutos.

Santa Cruz: William, Ruan, Mael, Gerson Galdino e Felipe (Thiago Cardoso); Ramon (Jean Natal), Pedro Ivo, Cleiton e Jairo; Índio Oliveira (Hudson) e Léo Henrique. Técnico: Júlio Terceiro.

ABC: Edson, Levy (Ares), Oswaldo, Cleiton e Romano; Márcio Passos, Felipe Guedes e Gegê; Erivélton, Túlio Renan (Marques) e Nando (Caio Mancha). Técnico: Geninho.

Árbitro: Tarcísio Flores da Silva

Gols: Nando (ABC).

Cartões Amarelos: Oswaldo (ABC), Felipe (Santa Cruz)

Cartões Vermelhos:

Público: 1.413 pessoas

Renda: R$ 28.815,00

Local: Arena das Dunas

Giroud marca dois, França vence e retoma liderança; Holanda se complica

Compartilhe esse conteúdo

A França sofreu um pouco e até tomou um susto, mas venceu Luxemburgo por 3 a 1, neste sábado à noite, fora de casa, para retomar a liderança isolada do Grupo A das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018. O resultado fez o time nacional chegar aos 13 pontos e ficar três à frente da Suécia, que horas mais cedo goleou a Bielo-Rússia por 4 a 0 e havia assumido o topo provisório da chave.

Ainda sem contar com Karim Benzema, que segue sem espaço com o técnico Didier Deschamps, a seleção francesa foi impulsionada por gols de outros dois astros do futebol europeu, Olivier Giroud (que marcou dois) e Antoine Griezmann (que fez um), para voltar a vencer no qualificatório europeu.

No duelo deste sábado, o atacante do Arsenal abriu o placar para a França aos 28 minutos do primeiro tempo. Griezmann aproveitou uma saída de bola errada de Luxemburgo e tocou para Sidibé cruzar da direita e encontrar Giroud, que completou para as redes.

Apenas quatro minutos depois, porém, Luxemburgo surpreendeu ao buscar o empate por meio de uma penalidade, cometida por Matuidi de forma estabanada em cima de Daniel da Mota. Joachim cobrou no canto oposto ao escolhido por Lloris na hora do chute e deixou tudo igual.

A França, entretanto, desempatou novamente o placar da mesma forma, de pênalti, já aos 37 minutos. Desta vez, Sidibé é que foi derrubado por Daniel da Mota. Griezmann, do Atlético de Madrid, foi para a cobrança e a converteu com dificuldade, pois o goleiro Schon chegou a tocar na bola antes de a mesma entrar no gol.

Ainda na primeira etapa, Matuidi chegou a acertar a trave em uma finalização após um rebote dado pela defesa luxemburguesa, mas o terceiro gol francês saiu apenas aos 32 minutos do segundo tempo Desta vez após cruzamento de Mendy, Giroud cabeceou no contrapé do goleiro adversário para selar o 3 a 1.

O resultado manteve Luxemburgo na lanterna do Grupo A das Eliminatórias Europeias, com apenas um ponto em cinco partidas disputadas. Assim, o país seguirá em busca de encerrar seu jejum de vitórias na rodada seguinte do qualificatório, no dia 9 de junho, fora de casa, contra a Holanda. No mesmo dia, a França pega a Suécia, também como visitante.

HOLANDA PERDE E SE COMPLICA - Em outro jogo realizado na noite deste sábado pelo Grupo A, a Holanda se complicou nas Eliminatórias ao ser derrotada por 2 a 0 pela Bulgária, fora de casa, em Sofia. O resultado fez o país cair para a quarta posição da chave, com apenas sete pontos, sendo ultrapassado pelos próprios búlgaros, que assumiram o terceiro lugar e agora contabilizam nove pontos.

Apenas o líder de cada grupo garante vaga direta para o Mundial da Rússia, enquanto os vice-líderes disputarão um playoff por um lugar na competição. Assim, uma vitória sobre Luxemburgo na próxima rodada será obrigatória para os holandeses, já que estão três pontos atrás da Suécia, atual segunda colocada da chave.

E a Bulgária liquidou a Holanda com dois gols em apenas 20 minutos neste sábado. Primeiro abriu o placar aos 5, após aproveitar uma falha do zagueiro De Ligt, o atacante Spas Delev dominou a bola no peito e finalizou para as redes. Depois, aos 20, o mesmo centroavante voltou a marcar após passar por um adversário na meia-lua e chutar para fazer 2 a 0.

Robben, grande nome do futebol holandês, esteve em campo, mas não conseguiu repetir as atuações decisivas que costuma exibir com a camisa do Bayern de Munique. O mesmo valeu para Bas Dost, do Sporting, de Portugal, que atualmente é o segundo maior artilheiro dos campeonatos nacionais europeus desta temporada, ficando apenas atrás de Messi.