Nando pode encerrar tabu de 15 anos: ser artilheiro do Estadual dois anos seguidos

Nando pode encerrar tabu de 15 anos: ser artilheiro do Estadual dois anos seguidos

Compartilhe esse conteúdo

O atacante Nando, do ABC, pode colocar fim a um tabu que já se arrasta por quase duas décadas no futebol do Rio Grande do Norte. Desde 1999, nenhum jogador consegue se consagrar artilheiro do Campeonato Potiguar por duas temporadas seguidas. 
 
O último a alcançar tal feito foi o também abecedista Sérgio Alves, artilheiro dos estaduais de 1998 e 1999, com 10 e 18 gols marcados, respectivamente. Desde então, 16 jogadores, incluindo o próprio Sérgio Alves, tiveram a oportunidade de quebrar essa escrita. Nenhum conseguiu.
 
É bem verdade que muitos dos artilheiros não permaneceram atuando no futebol do RN por mais de uma temporada. Em 2015, por exemplo, o atacante Kayke, do ABC, sagrou-se artilheiro do estadual com 15 gols e, logo depois do fim da competição, se transferiu para o Flamengo, onde teve poucas chances de atuar entre os titulares e acabou deixando o clube para jogar no futebol japonês. 
A descontinuidade dos jogadores em times potiguares é, de fato, um empecilho para quebra do tabu, mas não pode ser apontado como único fator. Artilheiro do estadual em 2008 com nove gols, o atacante Quirino, na época pelo Potyguar, teve a oportunidade de buscar novamente o topo dos goleadores em 2009, mas sucumbiu diante do ótimo campeonato feito por Lúcio Curió, que foi às redes 15 vezes naquele ano.
 
A década passada, inclusive, foi a primeira desde 1930 que não registrou um mesmo artilheiro por dois anos seguidos no Campeonato Potiguar. Antes de Sérgio Alves conseguir o feito pela última vez, Xixico (1937-1938), Tico (1944-1945), Pernambuco (1947-1948), Gilvandro (1952-1953), Saquinho (1956-1957), Cocó (1959-1960), Dão (1965-1966), Alberí (1971-1972), Oliveira (1978-1979), Curió (1985-1986) e Claudinho (1995-1996) já haviam conseguido o feito histórico. Não há registro de um mesmo jogador ter sido artilheiro por três temporadas seguidas do estadual.
 
As informações foram retiradas do histórico do Campeonato Potiguar disponibilizado pelo site Wikipédia.
 
Em 2017, Nando disputará a sua segunda temporada pelo ABC. Em seu ano de estreia, o jogador marcou 15 gols no Campeonato Potiguar e foi eleito, por jornalistas especializados na cobertura da competição, o craque do torneio. Nando também esteve na seleção do campeonato.
 
Decisivo no início da temporada, o centroavante chegou a ser comparado de forma bem-humorada com o atacante polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique. As comparações, no entanto, cessaram na medida em que Nando deixou de balançar as redes.
 
Na Série C do Brasileirão, o camisa 9 foi marcou dois gols e teve um desempenho discreto na segunda metade do ano, chegando a revezar o comando de ataque abecedista com o também centroavante Caio Mancha.
 
Apesar da queda de desempenho, Nando segue como homem de confiança do treinador Geninho para 2017. O jogador é apontado como um dos pilares do time alvinegro e deve iniciar a temporada como titular do ataque abecedista, deixando Caio Mancha e o recém-contratado Túlio Renan na sua sombra.
 
Outros nomes disputam com Nando
 
A disputa pela artilharia do Campeonato Potiguar de 2017 promete ser quente. Além de Nando, outros centroavantes de peso também devem lutar pela premiação.
 
No América, os principais concorrentes são o atacante Luiz Eduardo, remanescente do elenco rebaixado para a Série D do Brasileirão, e o recém-chegado Dija Baiano, artilheiro do Volta Redonda na Série D deste ano.
Embora contestado pela torcida, Luiz Eduardo deve ser o titular absoluto do comando de ataque do América. Pesa a favor do jogador ser um velho conhecido do técnico Felipe Surian, que trabalhou com o jogador na Caldense.
 
Já Dija Baiano é apontado como a principal contratação ofensiva do América para 2017. O meia-atacante marcou seis gols na campanha que culminou com o título da quarta divisão para o Volta Redonda e espera repetir a boa fase pelo clube potiguar.
 
Entre os clubes mossoroenses, Lucas Viccari, atacante do Potiguar, e Capacete, centro-avante do Baraúnas, despontam como possíveis artilheiros de seus respectivos times. Os dois jogadores, inclusive, marcaram gols em partidas amistosas antes do Natal e chegam com pompa para disputar o topo do ranking de artilheiros.
 
Do Santa Cruz de Natal, o principal candidato à artilharia do estadual é o atacante Índio Oliveira. O atacante se destacou atuando pelo Globo e, trabalhando mais uma vez ao lado do seu velho conhecido treinador Higor César, tem tudo para fazer mais uma boa temporada. No único jogo-treino disputado pelo Santa Cruz até aqui, contra a Associação Desportiva Universitária, o jogador já deixou a sua marca. Val Paraíba também chega com status de goleador.
Talvez o principal nome do ataque do Globo seja o do veloz Romarinho. O jogador vestiu a camisa do América na reta final da temporada passada e deixou uma boa impressão. Romarinho fez um bom ano de 2016 e é mais um que deve lutar pela artilharia do estadual.
 
Artilheiro do Campeonato Potiguar de 2011, com 10 gols marcados, o atacante André Neles quer repetir a dose e mais uma vez sagrar-se goleador máximo da competição. Ex-América, o atacante de 38 anos é uma das principais esperanças de gol do Alecrim, time comandado por Athirson Mazolli, para sair da fila que já dura três décadas.
No ASSU, o principal destaque é o atacante Vander. O jogador vem se destacando em jogos-treino e chega ao estadual com pompa para também disputar a artilharia da competição.