Série D: América entra em campo para carimbar classificação

Série D: América entra em campo para carimbar classificação

Compartilhe esse conteúdo

59446d561d41c80565e5d86d.jpg

Time vive boa fase na Série D

O roteiro não poderia ser mais favorável ao América. O Alvirrubro precisa apenas de uma vitória simples contra o Sergipe, na Arena das Dunas, para garantir a classificação com uma rodada de antecedência ao mata-mata da Série D do Campeonato Brasileiro. A partida está marcada para às 16h e a expectativa é de bom público no estádio construído para a Copa do Mundo.

Com nove pontos, o América lidera o grupo A9 e só depende das próprias forças para confirmar a primeira posição na chave e garantir a classificação antecipada. A passagem para a próxima fase poderia ter sido carimbada na rodada passada, mas a surpreendente derrota por 1 a 0 frente ao Jacobina, no interior da Bahia, adiou o feito americano, considerado o primeiro passo na busca pelo acesso à Terceira Divisão.

A contar pelo retrospecto contra os sergipanos, o torcedor do América tem motivos para acreditar na conquista da classificação logo mais. Segundo dados disponibilizados pelo pesquisador Marcos Trindade, será o 20° confronto entre as equipes. O América tem vantagem no duelo, são nove vitórias americanas contra sete do Sergipe. Outras três partidas acabaram empatadas.

No entanto, na temporada, os sergipanos estão em vantagem no duelo. Será o quarto encontro entre os clubes, que se enfrentaram duas vezes na Copa do Nordeste, com duas vitórias para os sergipanos. 

Para evitar uma nova surpresa, o técnico Leandro Campos deve promover duas mudanças em relação ao time que entrou em campo na rodada passada. Recuperado de lesão, o lateral-esquerdo Danilo, uma das principais armas ofensivas do Alvirrubro, volta ao time titular. Van Van, que o substituiu contra o Jacobina, fica como opção no banco de reservas.

Outra mudança será na lateral-direita. Expulso na rodada passada, Robert cumpre suspensão automática e não poderá entrar em campo no jogo de hoje. Guilherme treinou ao longo da semana entre os titulares e deve ser o escolhido por Leandro Campos para ocupar o setor, embora ainda esteja em processo de aprimoramento da parte física. 

O treinador ainda aguarda liberação do volante Guto, que sentiu dores no ombro e passou os últimos dias em observação pelo Departamento Médico, para saber se contará com o jogador. Se não tiver condições de entrar em campo, Marcos Júnior, que iniciou a Série D como lateral-direito, atuará como terceiro homem na faixa central da cancha.

Se Guto for liberado, há a possibilidade de que Marcos Júnior retorne para a lateral-direita e o meio de campo seja escalado com a trinca de volantes preferida por Leandro Campos: Robert, Guto e Jonathas. Cascata, mais avançado, completa o setor.

No ataque, Leandro Campos deve repetir a dupla que atuou contra o Jacobina, formada por Jean Silva e Tadeu. O treinador chegou a testar o centroavante Kirus, recém-contratado pelo clube, mas a tendência é de que ele inicie a partida apenas como opção no banco de reservas.

Tadeu ainda tenta suprir a lacuna deixada por Lucão, que pediu para sair do América após receber proposta do Criciúma, equipe que disputa a segunda divisão nacional. Lucão ainda é o artilheiro do América na Série D, com dois gols marcados.

Sergipe é lanterna do grupo

Se o América busca a classificação, o Sergipe vem a Natal na tentativa de um milagre. Com três pontos, o Alvirrubro sergipano é o lanterna do grupo A9 e tem pouquíssimas chances de classificação para o mata-mata.

Mesmo que vença os seus dois próximos compromissos, contra América e Jacobina, a equipe chega apenas a nove pontos e teria que contar com improvável combinação de resultados para lograr êxito na competição nacional.

A primeira vitória nesta Série D veio na semana passada, ao bater o Murici, terceiro colocado, por 2 a 1, no estádio Batistão. O resultado positivo foi o primeiro do Sergipe em Campeonatos Brasileiros desde 2013.

Mesmo com remotas chances de classificação, o Sergipe espera pelo menos atrapalhar a vida do América. O time do técnico Ribeiro Neto buscará devolver a derrota sofrida em casa ainda no primeiro turno, quando o América não teve problemas para vencer os sergipanos por 2 a 0.

Esperança de casa cheia

A diretoria do América espera um bom público na tarde deste domingo na Arena das Dunas. A expectativa dos dirigentes é que o número de torcedores no jogo de hoje supere a marca alcançada contra o Jacobina, quando mais de 5 mil pessoas acompanharam a vitória por 3 a 1, melhor público do clube na temporada.

Como forma de incentivo aos torcedores, o setor de marketing americano preparou uma recepção especial ao público. Os portões do setor Leste da Arena estarão abertos a partir das 13h, três horas antes da bola rolar. Quem chegar cedo terá acesso a serviços de estética e saúde e degustação de alimentos. Haverá show de uma banda de pagode.

O evento é restrito aos sócio-torcedores, mas quem fizer cinco apostas na Timemania, escolhendo o América como time do coração, também terá acesso ao serviço.