Onde começam os direitos de uma pessoa trans?

Compartilhe esse conteúdo

Todos os dias no Brasil, jovens morrem nas mãos da intolerância, do ódio e do preconceito. Esses jovens são perseguidos, espancados, e maltratados fisicamente e psicologicamente apenas pela condição sexual. Grande parte dos casos, a tortura começa dentro da própria casa e só se estende às ruas. 
Nunca tinha presenciado um caso mais grave de LGBTfobia (como chamamos a fobia à  lésbicas, gays, bissexuais e transexuais/travestis), até que no último dia 12 algo tão temido aconteceu: violência gratuita contra nós LGBTs. Aqui em Natal, muitos jovens vão ao Carrefour, localizado na Zona Sul da cidade, para socializar, jogar conversa fora e se divertir com os amigos. Existia, até então, certo tipo de sentimento de segurança, por ser um supermercado e ter segurança. Infelizmente esse sentimento não existe mais.
O ocorrido não foi comigo (não sei se consigo colocar como “felizmente”), foi com a parte mais oprimida, mais marginalizada, a qual mais sofre: as trans. A sociedade, extremamente conservadora e ignorante, acha que uma mulher trans é só um homem gay que quer se vestir como mulher, porém será sempre homem. Eu não sei como uma mulher trans deve se sentir com isso, preferia que fosse até uma estivesse escrevendo isso no meu lugar. Quando isso aconteceu no Carrefour, essas ideias tornaram-se atitudes, no momento em que uma mulher trans usou o banheiro feminino do local, logo o ódio das pessoas sobressaiu.  Mas ela é uma mulher, qual banheiro ela devia utilizar? Sabem quais “argumentos” eu mais ouvi/li dessas pessoas as quais se sentiram “desrespeitadas”, só porque uma pessoa entrou numa cabine de um banheiro pra fazer uma necessidade física? “Onde estão nossos direitos?”, foi isso que mais li nos comentários feitos em diversas páginas. Eu queria responder a cada uma dessas pessoas, onde estão os direitos das pessoas trans? Onde estão as oportunidades que são arrancadas todos os dias? Onde está o mínimo respeito? 
Se fossem apenas palavras, talvez fosse menos traumatizante, contudo não foi só isso. Um homem, chamado Gustavo, proprietária de uma das lojas da praça de alimentação do lugar, não achando o bastante xingar, ameaçar de morte e gritar as pessoas, ele pegou uma faca e atacou pessoas que ali estavam apenas para se divertir. No fim de tudo, ele foi escoltado até seu carro e foi embora. Agora eu pergunto: “onde estão nossos direitos?”, será que temos o direito de fazer pessoas infelizes? De ameaçar, agredir e até matar? Até onde vai seu direito?
 
 
Armando Batista

Modelo brasileira é a primeira transgênero a ser capa da Vogue Paris

Compartilhe esse conteúdo

A modelo brasileira Valentina Sampaio é a primeira transgênero a ser capa da "Vogue" de Paris. A cearense é o destaque da edição de março e foi fotografada por Mert Alas e Marcus Pigot, em Londres. "Este mês, estamos orgulhosos de celebrar a beleza transgênero com modelos como Valentina Sampaio, que está posando para sua primeira capa da Vogue. Estamos mudando a cara da moda e desconstruindo o preconceito", anunciou editora chefe da Vogue Paris, Emmanuelle Alt.

"Tão orgulhosa e muito feliz!", comemorou a modelo em postagem no Instagram. O fotógrafo Mert Alas também usou a rede social para falar sobre a capa: "Tão orgulhoso de fotografar a primeira capa da revista Vogue com uma modelo transgênero! Trata-se de quebrar regras e tentar iluminar algumas mentes obscuras", comentou.

Valentina, 21 anos, foi um dos destaques da última edição da São Paulo Fashion Week (SPFW) e é uma aposta da agência Joy Model. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo durante a semana de moda paulista, a modelo disse que o rótulo de transgênero é importante para enfrentar o preconceito. "É um momento em que estamos tendo essa visibilidade e precisamos falar disso agora para que no futuro isso não seja mais necessário. Espero que um dia não existam mais esses rótulos, pois todos nós somos seres humanos e exigimos respeito", afirmou

Valentina que tem 1,77m de altura, começou a carreira de modelo aos 16 anos de idade, nasceu em Aquiraz, litoral do Ceará, e é filha de um pescador e uma professora. Em 2016, ela se tornou a primeira transexual a representar a L’Oréal Paris no Brasil.

 

 

Bapho do dia: Beyoncé anuncia que está grávida de gêmeos

Compartilhe esse conteúdo

Para tudo que eu quero descer! É real oficial, minha gente. A maravilhosa Queen B, também conhecida como Beyoncé, está gravidíssima de gêmeos.

A cantora anunciou sua gravidez através de um post no seu Instagram nesta terça-feira (1°).

Na publicação, Beyoncé fala que sua família está crescendo em dose dupla e que ela se sente bastante abençoada. A cantora concluiu a postagem agradecendo todas as felicitações dos seus fãs. É uma maravilhosa mesmo, né?

Dinheiro para ser padrinho não possuo, porém convites para o chá de bebê são super bem vindos! 

Lacre do dia: Menino de 17 anos é estrela de campanha de beleza

Compartilhe esse conteúdo

O youtuber Lewys Ball, de 17 anos, está na nova campanha da marca de beleza Rimmel London. Intitulada #LiveTheLondonLook, a propaganda defende que maquiagem é para todos. 

Lew (como é chamado na internet) tem tudo a ver com a marca. O adolescente arrasa com tutoriais de maquiagem no Youtube. Em seu Instagram, o youtuber disse estar lisonjeado em fazer parte da campanha. "Muito feliz em dizer que eu faço parte da família Rimmel como embaixador", escreveu.

Essa não é a primeira vez que um menino se alia a uma marca de maquiagem. O youtuber James Charles, que também tem 17 anos, já estrelou um "shooting" da Cover Girl em 2016.

Casal gay recebe recado homofóbico e racista em condomínio do Rio

Compartilhe esse conteúdo

O casal Júnior Santos e Maycon Aguiar recebeu um recado homofóbico e racista na última sexta-feira, 20, na casa onde moram há um mês em um condomínio na zona norte do Rio de Janeiro. Com duas páginas e repleta de erros de português, a carta cita valores religiosos deturpados e pede que os dois se mudem.

"Poupe-nós (sic) e nossos filhos de conviverem com gente da laia de vocês! Gente de cor e ainda por cima afeminada não está no nível dos moram (sic) aqui por favor se retirem!", diz um trecho do recado - que também afirma que "Deus não criou o homem para se relacionar com homem ou mulher com mulher".

Rodrigo Oliveira, amigo do casal no Facebook, afirma que sua irmã mora no mesmo condomínio com a companheira e que elas já foram vítimas de difamação por uma vizinha. "A questão é: existem câmeras dentro do condomínio. Acredito que duas, especificamente. Estão sob o controle da vizinha processada outrora e mais outras pessoas. São 10 casas", escreveu Rodrigo.

Segundo ele, sua irmã move processo formal contra a vizinha na Justiça, mas Júnior e Maycon teriam sido informados na delegacia de que nada poderia ser feito no caso deles, já que não há assinatura ou nomes na carta.

 

Ivete Sangalo e Joelma lançam ''hino'' para grudar na sua cabeça

Compartilhe esse conteúdo

Saiu clipe novo de Joelma com participação mais do que especial: Ivete Sangalo. Lançado na manhã desta sexta-feira, 13, Amor Novo é o primeiro clipe da carreira solo de Joelma, que deixou o Calypso no ano passado após se divorciar de Chimbinha.

O clipe faz parte do próximo DVD da cantora paraense, intitulado Avante, que deve ser lançado nas próximas semanas. A gravação foi feita em novembro de 2016 e, além de Ivete, também teve participação de Solange Almeida e dos três filhos, Yago, Yasmim e Natália.

No Twitter, o nome da canção foi parar nos tópicos mais comentados pelos brasileiros.