Jogos pela manhã: é preciso testar mais vezes

Jogos pela manhã: é preciso testar mais vezes

Compartilhe esse conteúdo

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) comemorou o primeiro teste de jogos no domingo pela manhã, feito na rodada de abertura do Campeonato Potiguar 2016. Todavia, é preciso que o evento seja testado mais vezes para que seja aprovado em definitivo pelo torcedor. 
 
É redundante afirmar que a experiência – para jogadores e torcedores – de um jogo pela manhã no Nordeste jamais será a mesma de um evento similar nas regiões mais frias do país. 
 
O calor, justamente, faz inclusive com que os jogos aqui precisem começar mais cedo, o que cria um novo problema: o horário. Domingo é um dia de descanso para a imensa maioria dos trabalhadores, principalmente os que trabalham até o sábado. 
 
Para ir a um jogo às 9h30 o torcedor precisa sair de casa, no máximo, às 9h, o que implica em acordar por volta das 8h. Para alguns pode ser besteira, mas para muitos sair da cama às 8h de um domingo é tortura. 
 
Se puxar a sardinha para o meu lado a situação piora. Nós, profissionais de imprensa, estamos prevendo dias difíceis na agenda durante este Estadual.
 
Haverá dias, por exemplo, em que trabalharemos até o sábado à noite para trabalhar no domingo pela manhã. É bom lembrar que, ao contrário do torcedor, precisamos chegar ao estádio no máximo uma hora antes da partida, ou seja, às 8h30.
 
Muitas vezes é preciso ir primeiro ao local de trabalho buscar equipamentos. Ou, ainda, buscar em casa todos os colegas envolvidos na cobertura do evento. Significa dizer, sem exagero algum, que alguns (principalmente os motoristas das equipes) precisariam madrugar para chegar a tempo no estádio. 
 
Pior ainda quando for preciso trabalhar pela manhã e à tarde, como acontecerá em pleno domingo de carnaval. 
 
Vale o teste.