Novo RN discute alternativas à crise

Novo RN discute alternativas à crise

Compartilhe esse conteúdo

O economista Marcos Nóbrega é o convidado para a próxima edição do seminário Novo RN. A palestra “Um olhar diferenciado sobre a crise” será ministrada na segunda-feira (26) para empresários, lideranças políticas e representantes da sociedade civil, no Holliday Inn, durante almoço que começa às 12h.

Pós-doutor pelas Universidades de Harvard e Lisboa e professor da Universidade Federal de Pernambuco, Marcos vai mostrar no evento promovido pelo NOVO as razões da crise atual, as semelhanças com recessões passadas e alternativas para sair dela. O especialista também vai opinar sobre o desenho do crescimento do país nos próximos anos, sobretudo do Nordeste, região que ele vê com otimismo.

“O Nordeste ainda é pobre, mas muito menos pobre do que era há 20 anos. O crescimento da região comparado com outras foi enorme”, disse em entrevista ao Novo, publicada na edição de 11 de outubro.
Agora, Marcos Nóbrega, que assina coluna no jornal, acredita que falta um “debate maduro” acerca dos problemas econômicos do Brasil. “Há muito pessimismo infundado e temos que discutir as saídas para esse imbróglio”, diz ele, adiantando que é difícil prever se os índices de confiança no empresariado voltarão a subir neste governo.“Temos que sair da crise política para clarear a economia. Enquanto isso, o empresariado estará em compasso de espera”, alerta.

O evento será aberto pelo jornalista Cassiano Arruda, que vai mediar a conversa entre Marcos Nóbrega e os formadores de opinião presentes. Após a exposição inicial (30 minutos) do palestrante, é aberto espaço para que os convidados façam perguntas. A duração média do evento é de duas horas.

O “NOVO RN” foi criado em março de 2013 com o nome de Novo Fórum e sua proposta se alinha à missão do jornal, que é de ser “novo” pela forma diferenciada de apresentar a informação, com uma equipe comprometida com a verdade e também com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte.A ideia é discutir de forma ampla temas interessantes ao estado e buscar soluções, a partir de oportunidades. 
O primeiro encontro foi com o empresário Flávio Rocha, do grupo Guararapes. Depois participaram o atual procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis; os diretores da OAS Arenas – responsáveis pelo estádio Arena das Dunas.

Quem também teve voz à mesa do projeto foi o governo do RN. A conversa foi sobre o “Mais RN” – projeto criado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec) e a Federação das Indústrias do RN (Fiern) para servir de referência ao estado pelos próximos 20 anos.

O Instituto Metrópole Digital (IMD) e as contribuições da Universidade Federal do Rio Grande do Norte para a expansão da área de tecnologia da informação (TI) também foram pautas de discussões com os empresários. O ciclo do primeiro ano do projeto foi encerrado com o empresário Gabriel Calzavara, da Atlântico Tuna.

Depois de pausa em 2014, o NOVO RN foi retomado em setembro de 2015 com o advogado paulista Terence Trennepohl, especialista em direito ambiental. A volta do projeto foi parte de uma série de mudanças do jornal, que teve reformulado o projeto gráfico, design do portal, organização do trabalho e até ganhou nova sede.
Flávio Azevedo foi o segundo convidado da nova etapa, em setembro.

PERFIL

Marcos Nóbrega é economista formado pela UFPE, administrador de empresas pela Unicap e Bacharel em Direito (UFPE), tendo mestrado e doutorado pela Faculdade de Direito do Recife, UFPE – da qual também é professor. Além disso, é Conselheiro Substituto do Tribunal de Contas de Pernambuco. Tem ainda dois pós-doutorados na Universidade de Harvard, na Harvard Law School e na Harvard Kennedy School of Government, bem como na Faculdade de Direito de Lisboa (FDUL). Publicou onze livros, destacando-se “Infrastructure in Emerging Markets: Theory and Practice” , publicado na Alemanha e em parceria com o advogado Terence Trennepol.