NOVO RN receberá o presidente da Inframérica

NOVO RN receberá o presidente da Inframérica

Compartilhe esse conteúdo

O Aeroporto Internacional Aluízio Alves como Potencial de Desenvolvimento do Rio Grande do Norte será o tema da próxima edição do NOVO RN, que ocorre na segunda-feira (30) no Hotel Holiday Inn, em Lagoa Nova, Natal. Cerca de 40 convidados assistirão a uma palestra do presidente do Consórcio Inframérica Aeroportos, o engenheiro José Luis Menghini.
 
O executivo argentino assumiu o comando da empresa em maio deste ano, logo no período em que o grupo Latam anunciou o terminal de Natal como concorrente ao centro de conexão de voos que a companhia vai instalar no nordeste brasileiro. O “hub”, como a central é conhecida, deverá ser um dos principais temas da conversa de Menghini com empresários e representantes de entidades potiguares no evento, que está marcada para o meio-dia. 
 
Latam e Inframérica já atuam em parceira no terminal de Brasília. Na capital federal, o aeroporto é gerido pela Inframérica e sedia um hub da TAM. Menghini também falará sobre o primeiro ano de operações do terminal privado e os investimentos previstos a curto, médio e longo prazo no estado.
 
“O grande acontecimento da economia do Rio Grande do Norte será a confirmação do hub aqui. E nada melhor que o NOVO trazer o presidente do Consórcio Inframérica para que ele fale das reais potencialidades do Aeroporto Aluízio Alves e o quanto ele pode significar para o desenvolvimento do estado”, afirma o Executivo de Negócios do NOVO, Leandro Mendes.
 
O fórum “NOVO RN” é uma das iniciativas do NOVO Eventos, associação entre o NOVO e a Unika Eventos, para produzir atividades visando atender demandas do consumidor, seja do setor empresarial, ou mesmo das áreas esportiva e de entretenimento.
 
Segundo Leandro Mendes, a ideia de criar o seminário, há dois anos, foi  transformar a informação em um instrumento capaz de provocar a pluralidade de diálogos e uma reflexão sobre o desenvolvimento do estado. “O evento tem o papel importante de discutir os assuntos de modo amplo. É um meio de revelar o que o estado tem de oportunidades e o que pode ser pensado para melhorá-las”, reforça. 
 
O encontro da próxima segunda-feira reunirá participantes de setores-chaves da economia, representantes de órgãos públicos – Legislativo, Executivo, Judiciário e Ministério Público –, bem como da sociedade civil organizada. A abertura e a mediação do debate serão feitas pelo jornalista Everton Dantas, executivo de conteúdo e engajamento com a audiência do NOVO. O palestrante fará uma exposição inicial e depois abrirá espaço para perguntas dos presentes.  
 
O “NOVO RN” foi criado em março de 2013 com o nome de Novo Fórum e sua proposta se alinha à missão da empresa, que é de ser “novo” pela forma diferenciada de apresentar a informação, com uma equipe comprometida com a verdade e também com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte.
 
A ideia é discutir de forma ampla temas interessantes ao estado e buscar soluções, a partir de oportunidades. No primeiro ano, diversos encontros foram promovidos. O primeiro, com o empresário Flávio Rocha, do grupo Guararapes. Depois participaram o atual procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis; e os diretores da OAS Arenas – responsáveis pelo estádio Arena das Dunas.
 
Quem também teve voz à mesa do projeto foi o Governo do RN. A conversa foi sobre o “Mais RN” – projeto econômico criado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec) e a Federação das Indústrias do RN (Fiern) para nortear a política estadual para o setor industrial  pelos próximos 20 anos. O Instituto Metrópole Digital (IMD) e as contribuições da Universidade Federal do Rio Grande do Norte para a expansão da área de tecnologia da informação (TI) também foram objetos centrais de discussão com os empresários promovida pelo NOVO.  O ciclo foi encerrado com o empresário Gabriel Calzavara, da Atlântico Tuna.
 
Depois de uma pausa em 2014, o projeto foi retomado em setembro de 2015 convidando o advogado paulista Terence Trennepohl, especialista em direito ambiental. O economista Marcos Nóbrega e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Flávio Azevedo, foram os últimos a ministrar seminários no evento.