Turismo no RN não sofreu queda por causa dos ataques, aponta setor

Compartilhe esse conteúdo

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do RN (ABIH). José Odécio Rodrigues Júnior, disse que até o momento não há notícias de cancelamentos de hospedagem na rede hoteleira do estado em face da onda de ataques a ônibus e prédios públicos que Natal e cidades do interior sofreram de sexta-feira até ontem, por grupos criminosos.

José Odécio Rodrigues Júnior disse que a crise que o setor vive é devido a crise econômica nacional, mas que não há nenhuma relação da ocupação hoje com a violência pontual dos ataques.

Mesmo sem cancelamentos, ele disse que a repercussão negativa na imprensa é preocupante para o estado.

O secretário de Turismo do RN, Ruy Gaspar, cuja família é tradicional do ramo hoteleiro no estado, disse que não houve nenhum cancelamento por causa das notícias. “Não houve ataques à população e a situação está voltando ao normal, principalmente, agora, com a presença do Exército”, comentou.

Segundo ele, não houve nenhum registro de ataques a pessoas e isso deve ser considerado na situação pontual. Ruy Gaspar disse que em conversas com pessoal do setor, por enquanto, a informação é que não houve nenhum impacto negativo para o turismo em razão dos ataques que não aconteceram em nenhum ponto de visitação turística. 

Prêmio Dosinho de Carnaval vai eleger as melhores atrações da festa em Natal

Compartilhe esse conteúdo

Pela primeira vez o Carnaval de Natal vai contar com uma premiação para os principais destaques em todas as áreas de sua programação. Intitulado “Prêmio Dosinho de Carnaval”, a iniciativa está sendo articulada por Marcelo Veni, mesmo produtor cultural por trás do já tradicional Prêmio Hangar de Música.

Com 17 categorias no total, a premiação está programada para entregar seus troféus no dia 7 de março, no Auditório do Sesc/RN, em Cidade Alta, a partir das 19h, momento em que também será conhecida a marchinha vencedora do “1º Concurso Dosinho de Marchinhas Carnavalescas”, cujas inscrições se encerraram ontem (20).

“É notório o fortalecimento do Carnaval de Natal para a cena artística de todas as áreas, carnavalescos, músicos, organizadores de blocos... e isso merecia ter um reconhecimento”, justifica o produtor cultural Marcelo Veni sobre a iniciativa que ele realiza sem patrocínios, mas com apoios do SESC/RN e FM Universitária (FMU).

A premiação funcionará a partir de uma curadoria própria que será formada por vários agentes de diferentes áreas do carnaval. Eles indicarão destaques de cada área para que então uma comissão julgadora, que será definida ainda esta semana, selecione os vencedores de cada categoria.

Para este primeiro ano de premiação as categorias são: “Atração Musical do ano”, “Orquestra de Frevo do Ano”, “Artista Criativo”, “Melhor Prévia”, “Melhor Bloco”, “Revelação do Carnaval”, “Escola de Samba”, “Tribo de Índio”, “Bateria de Escola de Samba”, “Destaque do Desfile  das Escolas de Samba”, “Carnavalesco do  Ano”, “Puxador do Ano” e ainda um reconhecimento especial ao “Personagem do Carnaval Potiguar”.

De acordo com Veni, a intenção é que o Prêmio Dosinho prossiga nos próximos anos já com patrocínio e/ou apoio direto do poder público. “Nos reunimos com o secretário de cultura Dácio Galvão e ele se mostrou sensível para contribuir já com a edição deste ano, mas como temos pouco tempo, o objetivo principal é mesmo o de reconhecer nossos artistas”, opina.

Homenageando os 90 anos que o potiguar natural de Campo Grande faria caso estivesse vivo, a noite de premiação vai contar com um show especial de Isaque Galvão realizando um tributo a Dosinho, reunindo o melhor dos frevos e marchinhas criados pelo icônico compositor já gravado por nomes, como Claudionor Germano, Alceu Valença, Antônio Nóbrega e Silvério Pessoa.

Já o troféu será concebido pelo artista visual Guaraci Gabriel, inspirado pelos tradicionais estandartes dos blocos de rua. A noite de premiação terá acesso gratuito ao público, a partir das 19h, do dia 7 de março, no auditório do SESC RN.

1º CONCURSO
Uma das novidades mais interessantes do Prêmio é, no entanto, o "1º Concurso Dosinho de Marchinhas Carnavalescas". A partir de quinta-feira, 23, as 10 pré-selecionadas começam a ser executadas na Universitária FM durante toda a sua programação para conhecimento do público.  “Hoje (terça) e amanhã serão os dias para a comissão fazer essa pré-seleção e então anunciamos as 10 semifinalistas na quinta-feira”, explica Marcelo Veni. As cinco finalistas serão conhecidas somente no dia 2 de março, quando continuarão a serem veiculadas na FMU até serem apresentadas ao vivo na grande final, no dia 7 de março.  Caso o compositor da marchinha não seja também o próprio intérprete da canção ele pode indicar um nome para dar voz à música. A indicação automaticamente já estará concorrendo ao prêmio de Melhor Intérprete de Marchinha em 2017, outro reconhecimento do Prêmio Dosinho. Além da Marchinha Vencedora, que não precisa ser inédita, nem tampouco ter sido composta neste ano, o Prêmio vai reconhecer também o 2º e 3º lugar entre as composições.

“Como é o primeiro ano do concurso de marchinhas então optamos por não exigir ineditismo da canção até porque sabemos que existem muitas marchinhas boas que não foram reconhecidas à época de suas composições”, explica Marcelo Veni.

Homenageado pelo carnaval natalense há exatos 10 anos, Dosinho completaria 90 anos em 2017 e é até hoje considerado um dos principais nomes potiguares entre a rica safra de compositores de frevos e marchinhas carnavalescas. Natural de Campo Grande, no interior potiguar, Dosinho começou sua carreira na década de 40 e desde então foi gravado por nomes, como Claudionor Germano, Alceu Valença, Antônio Nóbrega e Silvério Pessoa. É dele também a autoria dos hinos do ABC Futebol Clube e do Alecrim. Dosinho nos deixou em fevereiro de 2014, vítima de problemas respiratórios decorrentes de uma insuficiência renal.

 

Natal e Mossoró terão quatro delegacias funcionando em contêineres

Compartilhe esse conteúdo

O Rio Grande do Norte passará a ter quatro delegacias da Polícia Civil funcionando em contêineres, ainda neste semestre. O aviso de licitação para a aquisição dos equipamentos foi publicado no Diário Oficial do Estado de ontem e a abertura dos envelopes está marcada para o dia 7 de março. O certame vai acontecer em regime de Pregão Eletrônico.
 
O delegado-geral da Polícia Civil Cleiton Pinho, explicou que  após a finalização do processo licitatório as delegacias-contêiner ficarão prontas em dois meses.
Serão contempladas com o projeto a 15ª DP (Ponta Negra), a 13ª DP (Redinha), a 11º DP (Cidade Satélite) e a Delegacia Especializada em Narcóticos (Denarc) de Mossoró.
 
De acordo com o delegado Segundo Cleiton Pinho, cada nova delegacia terá 16 módulos, num  total de 280 metros quadrados cada uma. Toda a estrutura da qual atualmente dispõem as delegacias serão mantidas, incluindo espaços de recepção, sala de investigação, cartório, sala do delegado, banheiros e vestiários masculinos e femininos. Todos os módulos são climatizados.
 
Elas ficarão no mesmo bairro onde hoje funcionam as DPs, em terrenos diferentes. Ainda de acordo com o delegado Cleiton Pinho, o local em que serão instalados em Natal não têm edificações, portanto não será necessário haver demolição. No caso da Denarc de Mossoró, será preciso demolir um prédio que já está interditado.
 
O modelo é inspirado em outros países e foi trazido para o RN. “Não conheço nenhum casos de utilização desse tipo de equipamento do Brasil”, acrescenta o delegado. Os recursos, que ainda serão estimados no momento da escolha da empresa que vai fornecer as estruturas metálicas, são do RN Sustentável. Cleiton Pinho explica que o projeto das delegacias-contêineres está assegurado desde 2014/2015 e somente agora está sendo executado. 
 
À época, as quatro delegacias eram as únicas que corriam risco de interdição por questões estruturais. Atualmente são 22. “Mas estamos fazendo as adequações, a maior parte dos pedidos de interdição é por falta de acessibilidade, e estamos adequando”, afirma o delegado geral.
 
Alcaçuz
O uso de contêineres no setor da Segurança Pública do Rio Grande do Norte tornou-se comum desde a crise na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, que teve início em 14 de janeiro. O Governo do Estado construiu um muro com essas caixas metálicas para dividir presos ligados ao Primeiro Comando da Capital dos que têm vínculo com o Sindicato do Crime do RN.
 
Depois disso, a Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape) chegou a afirmar ao novo que as estruturas também seriam usadas para abrigar os presidiários de Alcaçuz. Contêineres adaptados seriam locados para servir de celas. No entanto ninguém mais do Executivo tocou no assunto, que teve, inclusive, repercussão na mídia nacional.
 
Também no Rio Grande do Norte, os contêineres já são usados na arquitetura em diferentes tipos de construção, como casas e pousadas. Além de ser encarada como uma opção mais limpa do ponto de vista ecológico, visto que sua instalação não gera resíduos, é também uma alternativa mais viável economicamente.
 

Mineiro diz que Carlos Eduardo Alves comete "estelionato eleitoral"

Compartilhe esse conteúdo

O prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT) anunciou ontem (15), na ocasião da leitura da Mensagem Anual, na Câmara Municipal de Natal, que o aumento da passagem de ônibus é inevitável e está sendo analisada pela Secretaria de Mobilidade Urbana.
 
O fato foi criticado, nesta quinta-feira (16), pelo deputado Fernando Mineiro (PT), durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa. O parlamentar destacou que a população foi surpreendida com a notícia. 
 
“Lamento que a população passe por esse quadro de estelionato eleitoral que pesa no bolso do trabalhador em pleno momento de contenção e crise econômica”, disse Mineiro.
 
Para o parlamentar, o prefeito escondeu a real situação da cidade durante a campanha eleitoral de 2016 e a população concordou. “O prefeito fugiu da população para fazer o que está fazendo hoje”, acrescentou Mineiro.
 
Leia Mais 

Carlos Eduardo Alves vai conceder reajuste para tarifa de ônibus em Natal

Compartilhe esse conteúdo

O transporte coletivo de Natal terá aumento de passagem nos próximos meses. A confirmação foi dada ontem ao NOVO pelo prefeito Carlos Eduardo Alves, que esteve na Câmara Municipal para fazer a abertura dos trabalhos legislativos com a tradicional leitura da mensagem anual. Antes de entrar no plenário, o prefeito disse que o aumento da tarifa é inevitável e já está sendo analisado pela Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), mas que o valor ainda não foi definido.
 
O prefeito defendeu que a tarifa do transporte público em Natal, que hoje custa R$ 2,90, é uma das menores do país e que pretende manter o valor neste patamar. “Determinei à STTU para que examinasse a questão desse reajuste e os técnicos estão estudando informações com instituições e associações no sentido de apresentar uma tarifa”, declarou o prefeito. 
 
O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Natal (SETURN) já divulgou duas notas pedindo a compreensão da população para o pedido de reajuste tarifário e alegou que, caso não haja esse reajuste, o serviço será prejudicado, com risco até de ficar reduzido.
 
Os comunicados foram divulgados após as empresas anunciarem que protocolaram o pedido de reajuste junto à STTU no final do mês passado. Elas reivindicam que a tarifa suba 17%, passando de R$ 2,90 para R$ 3,40. Segundo alegam, houve uma queda de 10% no uso de transporte público da parte de usuários no último ano. Além disso, argumentam que houve aumento dos salários dos profissionais de transporte e do óleo diesel, sem que haja qualquer subsídio para as empresas.
 
O próximo aumento na passagem estava previsto para depois da licitação dos transportes. Contudo, o edital foi lançado em 9 de novembro de 2016 e os envelopes abertos no último dia 31, mesmo dia que as empresas protocolaram o pedido de reajuste. Nenhuma concorrente apareceu para apresentar a proposta na licitação, que foi considerada deserta. 
 
O prefeito Carlos Eduardo disse que não interpreta o pedido de aumento da passagem como uma pressão das empresas. “Todo ano há majoração no preço da tarifa. João Pessoa/PB passou de R$ 3 para R$ 3,20. As demais cidades brasileiras do país também tiveram seus reajustes. Natal tem a tarifa mais barata do Brasil. Aqui se paga R$ 2,90”, frisou.
 
A previsão, segundo o próprio prefeito, é que mesmo com o novo reajuste, a tarifa do transporte público em Natal fique entre as menores do país. “Nossa pretensão é que fique sempre ganhando esse campeonato no Brasil porque sabemos que a população é muito sacrificada, sobretudo agora, com o aumento do desemprego, mas sabemos que precisamos dar esse reajuste”, declara Carlos Eduardo.
 
O último reajuste tarifário foi concedido em 31 de janeiro de 2016, quando os ônibus passaram a circular cobrando R$ 2,90; antes a passagem custava R$ 2,65. No próximo mês, os rodoviários devem cobrar o reajuste dos seus salários, fato que deve acelerar o processo para que a nova tarifa seja divulgada até lá. Já a licitação dos transportes, como foi considerada deserta, precisa de no mínimo 45 dias, a partir do último dia 31, para que um novo edital de convocação seja lançado. A nova sessão está marcada para 4 de abril, às 10h, no auditório do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte.
 
Confira a entrevista com o prefeito
 
NOVO - Como o senhor pretende resolver esse impasse com o Seturn, com relação ao preço da passagem de ônibus, antes da licitação?
Carlos Eduardo Alves: Todos os anos, no início, há uma majoração no preço da tarifa. João Pessoa, passou de R$ 3,00 para R$ 3,20. As demais cidades brasileiras da mesma forma tiveram um reajuste. natal tem a tarifa mais barata do Brasil: aqui se paga R$ 2,90. Então eu determinei à STTU que para que examinasse a questão desse reajuste. E aí a STTU está lá estudando, com as informações e com as instituições e associações que participam disso no sentido de apresentar uma tarifa de reajuste. 
 
O senhor se sente pressionado (com relação ao aumento)?
Não. Não sinto não,. Porque na hora que a gente mantém a menor tarifa do Brasil...
 
E o senhor pretende que continue assim?
A nossa pretensão é que a gente continue sempre ganhando esse campeonato no Brasil, é o nosso desejo. Porque sabemos que a população é muito sacrificada. Sobretudo agora com o aumento do desemprego, mas sabemos que temos que dar o reajuste.
 
 

Polícia Civil prende irmãos suspeitos de roubar carros e apreende armas

Compartilhe esse conteúdo

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov) cumpriram mandados de prisão e de busca e apreensão em Natal e Parnamirim e conseguiram prender dois irmãos, além de apreender armas, munições e celulares, na manhã desta segunda-feira (13). Foram presos Francisco Aureliano de Oliveira, de 30 anos, e Francisco Adomilson de Oliveira, 33.
 
Francisco Aureliano de Oliveira, que é investigado pela participação em roubos a veículos, foi preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, quando estava em sua residência no bairro de Nova Parnamirim, em Parnamirim. Ele cumpria pena no regime semiaberto.
 
Outra equipe de policiais civis foi até a casa de Francisco Adomilson de Oliveira, que fica localizada no bairro Dix-Sept Rosado, Zona Oeste de Natal, e cumpriu um mandado judicial de busca e apreensão.
 
“Como ele estava na posse de uma pistola 938 calibre 380 e de um revólver calibre 38, além de vasta quantidade de munição para as duas armas, foi preso em flagrante pelo crime de posse e receptação de arma de fogo. Com a efetivação destas duas prisões, nós continuaremos as investigações para descobrir outros comparsas”, detalhou o delegado titular da Deprov, Licurgo Nunes.