Câmara sugere Parceria Público Privada ao Município para restaurar prédios históricos

Câmara sugere Parceria Público Privada ao Município para restaurar prédios históricos

Compartilhe esse conteúdo

Tramita na Câmara Municipal de Natal um Projeto de Lei nº 09/2015, de autoria do ex-vereador Júlio Protásio, que autoriza o município a realizar Parceria Público Privada (PPA) para a revitalização e preservação de prédios históricos nos bairros do Alecrim, Rocas e Ribeira, em Natal. O projeto foi aprovado pela Comissão de Finanças, Orçamento, Controle e Fiscalização da Casa, em reunião na manhã desta segunda-feira (20).

De acordo com o vereador Luiz Almir, presidente da comissã, a proposta é de suma importância para resgatar a história da cidade. "Chegamos em uma situação que ou preserva ou acaba. Não temos mais nada na Ribeira, por exemplo. Os prédios estão caindo, desabando, e isso é um fato lamentável porque faz parte da História de Natal. Precisamos começar a cuidar desde já", disse.

A proposta é feita em decorrência da deteriorização dos prédios antigos da capital, que não recebem manutenção e ao longo dos anos têm se perdido. Tanto o poder público municipal, quanto o estadual, já externaram intenções de restaurar a área.  Em 2015 o Governo do Estado apresentou um plano para restaurar todo o Centro Histórico de Natal, na área de 93 hectares englobando a Cidade Alta, Ribeira e Rocas. Foram contabilizados 62 edifícios históricos como, Igreja de Santo Antônio, Casa do Estudante, Solar João Galvão, Solar Bela Vista, Memorial Câmara Cascudo, Museu Café Filho, Prefeitura Municipal de Natal, Hotel Magestic, Edifício do Iphan, Colégio Salesiano, Pinacoteca do Estado, OAB, Itep, Procon, Banco do Brasil, A Samaritana e outros.

Leia mais: Governo apresenta projeto para restaurar Centro Histórico de Natal