Enquanto Mossoró pode ficar sem médicos, prefeita aproveita o verão

Enquanto Mossoró pode ficar sem médicos, prefeita aproveita o verão

Compartilhe esse conteúdo

Em decorrência da falta de pagamento dos meses de outubro, novembro e dezembro de 2017, as Unidades de Pronto Atendimento de Mossoró (UPAs), podem ficar sem atendimento ao público a partir de fevereiro.

Através de memorando a Cooperativa de Serviços de Assistência Médica e Ambulatorial (SAMA), responsável pelos médicos que atuam nas UPAs, informou que acionou o jurídico e, se o Município não cumprir os compromissos, a Cooperativa paralisará as atividades nas três unidades em que atua.

Prefeita

Visando as eleições de 2018, a prefeita Rosalba Ciarline segue se reunindo com aliados políticos enquanto aproveita o período de veraneio. Na semana passada, Rosalba se encontrou com a vereadora Sandra Rosado e alguns deputados estaduais.

*Com informações do Mossoró Hoje