Rogue One: Uma História Star Wars | Crítica

Rogue One: Uma História Star Wars | Crítica

Compartilhe esse conteúdo

Star Wars é uma franquia que possui fórmula estabelecida e consagrada no decorrer dos vários filmes que compõe o riquíssimo universo que há décadas cativa e se mantém vívido para os fãs. Rogue One quebra essa fórmula e agrega novos atributos, mostrando maturidade e interseções em conceitos que há muito mostravam somente o preto e branco da narrativa que compunha a franquia.

Segue nosso vídeo de primeiras impressões:

Neste novo filme, que na verdade conta o ponto de partida para os eventos ocorridos em filmes anteriores da franquia, temos aspectos mais fidedignos a uma guerra. Demonstrando que até mesmo os que lutam por justiça e liberdade, precisam tomar decisões difíceis e de moral ambígua. Se nos filmes anteriores tínhamos claramente o papel dos bons fazendo o que é certo e justo, e os maus tendo o papel clássico e estereotipado dos vilões, em Rogue One personagens como Saw Gerrera (Forest Whitaker) corroboram para que tenhamos uma melhor perspectiva do desgaste psicológico e físico que torna os "mocinhos" um retrato tortuoso do próprio ideal. 

Além dos pontos positivos de expandir o universo de Star Wars com maturidade, temos um grupo de personagens com uma sinergia interessante e agradável de se ver: a amizade e aceitação de longa data entre os personagens Chirrut Imwe (Donnie Yen) e Baze Malbus (Jiang Wen); destaque especial para uma componente clássico a franquia que são os robôs, sendo muito bem representando por K-2SO (Alan Tudyk) que de longe rende as cenas mais engraçadas e afáveis do filme. O "porém" está em Jyn Erso (Felecity Jones) que não convence como elo de ligação do grupo, além da explicação nada convincente e apressada para a união imediata dos integrantes.

O visual lembra os filmes mais antigos da franquia (nostalgia proposital), apesar de ter efeitos especiais modernos. O único ponto negativo realmente gritante está na lentidão do enredo que chega a dar sonolência, um mal que a maioria dos filmes da atualidade sofre.

Para os fãs da franquia, Rogue One é um filme recomendadíssimo por estender o universo de Star Wars com originalidade e atribuir mais maturidade a esta aclamada franquia de ficção.   

Abaixo segue os horários pra você assistir no Moviecom, e não esqueça de participar dos nossos sorteios: