Como anunciar o desaparecimento de alguém?

Como anunciar o desaparecimento de alguém?

Compartilhe esse conteúdo

Criança desaparecida em Nova Descoberta. Diariamente, o NOVOWhats recebe pedidos de ajuda para encontrar pessoas desaparecidas, como esse acima que veio acompanhado apenas da foto de um jovem menino, sem nenhum tipo de informação. Nesse caso, até agora, não podemos afirmar se é verdade ou mentira (se souber de alguma nova informação, nos avise). Muitos outros, porém, não passam de boatos ou casos antigos e já resolvidos que voltam à tona após ser repassado como boato.

 Algumas informações podem ser úteis para que quem está desaparecido seja encontrado e evitar o pânico e a divulgação de informações falsas.

 Como anunciar o desaparecimento de alguém que conheço? A dica é dar o máximo de informações possíveis:
1 - Quando foi a última vez que a pessoa foi vista (sempre use a data completa e a hora. Ex: 20/04/2017 às 08h)? Isso ajuda a evitar que após resolvido, o caso volte a circular.
2 - Exatamente em que local (num restaurante da Av. Sem nome, no bairro Pajuçara, Zona Norte de Natal)? Dessa forma, evita-se que a informação seja divulgada numa cidade ou estado diferente.
3 - Há alguma informação relevante sobre a pessoa (doença, característica física marcante etc)? 
4 - Qual o contato para informações? Divulgue sempre com o DDD e se possível, mais de um telefone.
5 - Se achar interessante, envie uma foto da pessoa com o nome dela e o número de contato para informações (aplicativos simples de edição de imagem possuem esse recurso)

Quando devo repassar informações sobre desaparecidos que não conheço?
Quando há contato para informações e  pelo menos, mais uma das cinco dicas acima. Dessa maneira, evita-se boatos, exposição desnecessária e prioriza os que realmente estão desaparecidos.

‘Rumbora’ suar, criativos?

Compartilhe esse conteúdo

E se, de repente você fosse obrigado a produzir conteúdo constantemente, como se tivesse que alimentar diariamente um portal de notícias, ou mesmo desenhar campanhas de vendas ou compor músicas promocionais, teria de onde tirar da cachola tanto material?

O ser humano é naturalmente criativo, inventivo e surpreendentemente inovador. Cada "gambiarra", cada "arranjo técnico", revela as mentes brilhantes que conseguem criar em todo tipo de situação e circunstância. Basta caminhar pelas ruas pra se deparar com um vendedor ambulante e ouvir os seus bordões, as barraquinhas de lanche com os nomes mais divertidos, os próprios comércios com seus produtos e muito mais do que isso, as histórias, as anedotas, piadas, causos. Em todo lugar do planeta encontraremos atos de plena criatividade. Imagine numa tribo indígena, por mais rudimentar que pareça, as criações em tecnologia são notórias nas ferramentas usadas para o trabalho diário. Lá nas savanas africanas, armadilhas que imobilizam os grandes e selvagens felinos. No extremo polo, construções feitas de gelo e as formas de sobreviver criando meios para caçar gigantes marinhos e se manter aquecidos.

Algo bem interessante e comum é enxergar a criatividade como ferramenta de trabalho e ainda, se manter cada vez mais inovador e criativo. Muitos atribuem a criatividade como talento nato, ou mesmo, como uma capacidade especial que só existe em pessoas potencialmente geniais, mas o fato é que todo mundo é criativo e de um jeito ou de outro, todos dispõem dos mesmos mecanismos criativos, o que entra como diferencial são as ferramentas que são utilizadas para canalizar esse potencial e produzir coisas que sejam relevantes para a vida dos outros.

Existem diversos tipos de pessoas criativas e algumas delas vão sendo reconhecidas publicamente, principalmente as que se dedicam profissionalmente ao uso da criatividade como ferramenta de transformação cultural, social, política e financeira. Uns são grandes inventores, uns absorveram a informatização e criam aplicações que facilitam e divertem, outros ocupam espaços mais artísticos e uma grande parcela nos meios de comunicação, publicidade, cinema, música, artes plásticas, literatura e etc. Para essas pessoas, criar já faz parte da rotina e ter ideias criativas é naturalmente espontâneo, mas mesmo convivendo em ambientes favoráveis, a pressão de oferecer algo bom pra comunidade, sejam clientes ou os apertados prazos comerciais, acaba forçando o criativo a suar muito para entregar material produtivo e que muitas vezes seja vendável.

Mas, mesmo saindo do ambiente profissional a criatividade continua ilimitada e apresentada nas situações e pessoas mais simplórias do dia-a-dia. Já parou para ver um pedreiro levantando uma casa? Já observou uma dona de casa resolvendo problemas domésticos? E os professores, principalmente os dos níveis básicos?

Em todas as esferas e a todo momento somos criativos e forçados a criar constantemente, então para ser bom em criar precisamos encarar a criatividade como um processo de crescimento constante e contínuo, como um ciclo, a cada vez maior e melhor.

Para ficar bom no negócio, vou deixar 5 dicas simples que você poderá praticar diariamente ou sempre que possível, afim de se tornar conscientemente mais criativo e inventivo.

Dica 1 - Saia do quarto.
Vá pra rua, converse com amigos, ouça as histórias dos mais velhos, aprenda com sua avó, conheça novas pessoas. Cada amigo acrescentado é um bloco de informações extras que vai sendo adicionado a sua bagagem. Pessoas diferentes, com visões diferentes do mundo, tudo somado ao seu material, vira uma bomba de criatividade.

Dica 2 - Seja uma criança.
Opa, calma aí. Vou voltar a ser criança? Isso mesmo! A criança é naturalmente inventiva, pois seu mundo está em construção. Os limites não existem e na imaginação dela, tudo é possível, então, libertar a mente das convenções e amarras sociais, é a melhor maneira de ser muito criativo.

Dica 3 - Anote tudo.
Adquira o hábito de portar um caderninho ou mesmo usar o bloco de notas do seu smartphone, mas não deixe nenhum pensamento ou ideia criativa se perder ao vento.

Dica 4 - Pegue carona.
Absorva a criatividade de outros, veja filmes, leia gibis e livros, assista televisão, Youtube, Netflix, tudo. Artigos ficcionais são super construtivos e liberam a mente para o imaginário.

Dica 5 - Use óculos.
O termo é engraçado, mas dizer que vê a vida com óculos é nada mais nada menos do que prestar atenção aos detalhes do que acontece a sua volta. Perceber os aromas, os sabores, as nuances de cores, os comportamentos das pessoas, em fim.

Viu só? Os passos são simples, basta começar a praticá-los e sempre exercendo o que mais gostar de fazer, se desenha, desenhe mais; se escreve, faça todos os dias; se compõe música, perceba os sons dos ambientes em que estiver; se faz muitas outras coisas, perceba o mundo e faça mais e mais. Você já nasceu criativo e com uma capacidade ilimitada, então bota tudo pra fora, mesmo que às custas de muito suor, mas o mundo todo precisa do que você ainda vai criar.

Conheça Bruno Henrique - Assistente de conteúdo e arquivo do NOVO

Compartilhe esse conteúdo

Ele é o cara mais gente fina do NOVO, o Assistente de conteúdo e arquivo que você admira e confia. Sempre vai ter receber com um sorriso simpático e um Treloso pontualmente ás 15h.

Ficou curioso? Confira:

Canal Esportagem estreia no NOVO com humor e descontração

Compartilhe esse conteúdo

Um canal que agrega mesa-redonda raiz, desafios, papo de boteco e entretenimento esportivo. A partir de agora, quem acessa o portal do NOVO (novonoticias.com) vai poder acompanhar todos esses conteúdos em um único lugar. O “Esportagem”, projeto tocado por cinco jovens apaixonados por esportes, se une aos demais conteúdos exclusivos disponibilizados pelo NOVO na web e promete revolucionar a forma como se vive o esporte no Rio Grande do Norte.

Os conteúdos do Esportagem serão essencialmente produzidos em vídeo. Conforme explica Felipe Fonseca, 25 anos, a linguagem empregada nas publicações será a mais simples e direta possível, sempre com um toque de irreverência e bom humor. “O nosso objetivo é levar a informação de qualidade, mas com uma pegada mais descontraída”, resume.

Felipe é estudante de Ciências Contábeis e Jornalismo e um dos cinco integrantes do grupo. Ele encabeça o projeto ao lado do estudante de Engenharia da Computação Fernando Murilo, dos educadores físicos Vinícius Costa e Alexander Kaiser e do psicólogo Diogo Brasil. Jovens, descontraídos e apaixonados por esportes, os cinco dizem que não medirão esforços para atrair a atenção e despertar o envolvimento do público.

A equipe do Esportagem produzirá dois vídeos inéditos por semana. Os conteúdos serão publicados sempre às quartas-feiras e aos sábados, no período da tarde. Além de ficarem armazenados no portal do NOVO, os vídeos também serão disponibilizados nos canais do NOVO (youtube.com/novojornalrn) e do Esportagem (youtube.com/esportagem) no YouTube. O conteúdo é gratuito e o acesso irrestrito.

O vídeo que marcará a estreia do canal abordará o tema MMA, mais respectivamente sobre o ex-campeão dos médios do UFC Chis Weidman, algoz de Anderson Silva. Com muito bom humor, o grupo fará uma retrospectiva da carreira do americano, desde o ápice do lutador nos octógonos até a sua derrocada. A escolha para começar pelo MMA, justifica Felipe Fonseca, se deu em função da empatia do grupo pelo esporte. “Todos [no grupo] gostam de MMA e debatem o assunto. É um esporte que está crescendo no país e que cada vez mais vem sendo acompanhado de perto pelo público”, afirma Fernando Murilo.

Além de MMA, como não podia ser diferente, o futebol também será tema recorrente nas rodas de discussão do Esportagem. Ao contrário dos debates atuais, que prezam por discutir táticas e análises profundas de jogo, o grupo promete retomar as tradicionais mesas-redondas. “Com polêmicas e muita tiração de onda”, acrescenta Felipe Fonseca.

Para o executivo de inovação do NOVO, Paulo Moreira, a inclusão do Esportagem entre os diverso conteúdos oferecidos faz parte da política estratégica e de negócios desenvolvida pelo NOVO. Moreira explica que a produção de vídeos é importante para conquistar uma parcela importante de público que utiliza plataformas audiovisuais como forma de comunicação.

"Sabe-se que 80% do conteúdo consumido no mundo é em forma de vídeo e o canal Esportagem cumpre o objetivo de levar um material descontraído para um público segmentado de esportes que gosta de se divertir, se informar e compartilhar o dia a dia com os amigos", descreve.
Paulo Moreira ainda acrescenta que " as plataformas de vídeos vêm ganhando espaço por oferecerem ao consumidor a liberdade de assistir, no horário que se quer e pelo dispositivo que desejar, um conteúdo que não se encontra no formato tradicional de TV".

Como surgiu o Esportagem

O Esportagem surgiu há pouco mais de seis meses com a proposta de levar para o YouTube as discussões cotidianas de um grupo de amigos. Inicialmente formado por oito pessoas, o canal estreou na plataforma de compartilhamento de conteúdo audiovisual em outubro do ano passado.

Conforme explica Felipe Fonseca, no início a produção dos conteúdos era bastante limitada. “A gente pegou uma câmera, começou a falar e gravou o primeiro vídeo. Só que percebemos muitos problemas de gravação e também de linguagem. Fomos pegando o jeito na medida em que gravamos mais conteúdos”, conta.

Três dos fundadores do Esportagem acabaram deixando o projeto por questões particulares. Hoje formado por cinco integrantes, o canal já faz parte da rotina da equipe e é o xodó do grupo. “Atribuímos funções a cada membro e tocamos o projeto como algo nosso. Temos um carinho especial por cada vídeo produzido”, detalha Fernando Murilo.

Para o conselheiro de relacionamento com comunidades e marcas do NOVO, jornalista Carlos Magno Araújo, a chegada do Esportagem amplia o leque de conteúdo diversificado oferecido pelo veículo em seu portal. “É cada vez mais importante que estejamos sintonizados com o interesse da audiência, sem deixar de oferecer a ela algo novo, que a surpreenda”, defende. Segundo ele, em qualquer plataforma o conteúdo esportivo tem sempre muita busca, muita procura e muito interesse.

Atualmente, o canal do Esportagem no YouTube já conta com mais de 120 inscritos e os vídeos ultrapassaram a marca de mil visualizações. A expectativa do grupo é de crescimento com a formação de parceria com o NOVO. “Expectativa é de que o Esportagem tenha um grande impulso com a ampliação do canal de divulgação. A parceria com o NOVO é muito importante para nós e nos dá uma responsabilidade ainda maior para produzir conteúdos com qualidade”, conclui Felipe Fonseca.

NOVO atualiza endereço do portal para novonoticias.com

Compartilhe esse conteúdo

O NOVO está mais fácil de ser encontrado na internet. O portal deixou de ser novojornal.jor.br e passou a ser novonoticias.com, um endereço muito mais dinâmico e prático de de acessar. Afinal, no Rio Grande do Norte, pensou notícias, lembrou do NOVO.  A mudança tem como objetivo fazer um jornalismo mais moderno e interativo. A meta é continuar a oferecer informação correta, interpretação competente sobre os fatos e pluralidade de opiniões.
Quem explica é o Executivo de Inovação Digital e Experiência do Usuário do NOVO, Paulo Moreira. “A mudança de domínio faz parte da nossa estratégia de reposicionamento como empresa de tecnologia que produz e distribui conteúdo em múltiplos canais”.  Segundo ele, o NOVO decidiu isso pela necessidade de diversificar seus produtos e ser reconhecido no mercado como uma empresa que vai muito além de produzir um jornal.  “Não somos um jornal, nós temos um jornal que nos dá credibilidade para criar soluções que vão muito além do papel. E estão disponíveis para nossos clientes. É o que vamos mostrar para o mercado nos próximos meses”, afirma.
Na prática, a mudança do endereço de novojornal.jor.br para novonoticias.com não afeta de maneira nenhuma a forma de acesso ao nosso portal. Quem acessar pelo endereço antigo vai ser automaticamente redirecionado para o endereço novo. O conteúdo estará disponível em todas as plataformas, de modoque os leitores podem acessar o NOVO Notícias por computadores, celulares e tablets.
O esforço de conselheiros editoriais e produtores de conteúdo é o de levar ao leitor a informação exclusiva, inédita, exata, concisa e relevante. Como resultado, no último mês, o NOVO registrou um milhão de pageviews no portal e mais de 10 milhões de interações mensais nos seus canais digitais. Também foi registrada a maior taxa de crescimento no Facebook (principal rede social de distribuição das notícias do portal) entre as páginas de notícias do Rio Grande do Norte.

Zoongando

Outra novidade que estreou no início deste mês no nosso portal é o canal Zoongando.  A nova seção do novonoticias.com fala sobre  mercado de conteúdo, sobre os desafios atuais dos jornais e das empresas de mídia, sucessos, parceiros, ferramentas de produtividade, internet, tecnologia, redes sociais, fotografia, vendas, marketing digital, entre outros assuntos.

“O Zoongando mostra o NOVO por dentro. A rotina dos nossos colaboradores e ações. O setor de marketing engajado juntamente com a equipe de conteúdo, buscando novos assuntos e realizando campanhas de divulgação do canal (por meio do impresso e das redes sociais) e ações para fidelização dos nossos leitores”, afirma a Analista de Negócios B2C do NOVO, Tahiana Marinho.

A expectativa é produzir conteúdo de interesse aos profissionais da área de comunicação, mas ser também um canal para compartilhar os bastidores da produção de conteúdo, marketing e tecnologia, estreitando assim os laços do leitor com a equipe que faz o NOVO.

 

9 verdades e uma mentira sobre o NOVO

Compartilhe esse conteúdo

1 - Nossa equipe de repórteres já passou um dia como gari pelas ruas de Natal, acampou uma noite no cume do Pico do Cabugi e acompanhou um desfile de cachorros
2 - Ter uma choppeira na redação é uma das metas para 2017 que estão escritas nas janelas do NOVO
3 - O formato do serviço de envio de notícias através do NOVOWhats (991133526) é pioneiro em todo o Brasil
4 - Na redação, o lanche da tarde favorito é pizza sabor "Chico Bateu no Bode" da Pizzaria/Bar do Grafith
5 - Algumas pessoas costumavam ouvir vozes do além na antiga sede do NOVO, na Ribeira
6 - Começamos juntos uma dieta fitness para sairmos do sedentarismo
7 - Em março, nossos canais alcançaram a marca de 10 milhões de interações (compartilhamentos, curtidas e comentários dos nossos usuários)
8 - Temos um boneco inflável furado de mascote na redação
9 - Nosso Facebook tem a maior taxa de crescimento mensal entre todas as páginas de notícias do Rio Grande do Norte
10 - Uma vez, uma equipe de reportagem foi detida pela polícia durante a apuração de uma matéria