Decreto preserva meio ambiente e proíbe circulação de veículos no Chapadão da Pipa

Decreto preserva meio ambiente e proíbe circulação de veículos no Chapadão da Pipa

Compartilhe esse conteúdo

Com objetivo de preservar um dos maiores cartões postais da praia da Pipa, o “Chapadão”, o Governo Municipal de Tibau do Sul editou decreto proibindo a circulação e estacionamento de veículos motorizados no local.  A medida, explica o prefeito de Tibau, Antônio Modesto, visa preservar a Área de Proteção Integral diante da fragilidade geológica do Chapadão. A proibição está restrita aos veículos motorizados. O acesso aos turistas e pedestres continua permitido.

“Ao longo dos anos, o trafego de veículos no Chapadão cresceu e os danos se tornaram ainda maiores. Por isso decidimos proteger as falésias do Chapadão. Continuarão abertas para pedestres e turistas. Mas não permitiremos mais automóveis”, explica o prefeito Antônio Modesto Macedo. O decreto Número 018 de 19 de dezembro de 2017 foi publicado no Diário Oficial dos Municípios no dia 28 de dezembro de 2017 e já está em vigor.

No seu artigo 1, o decreto regulamenta o seguinte: “Fica proibida em caráter permanente a circulação e estacionamento de veículos motorizados no Chapadão de Pipa, sendo Área de Interesse Ambiental do Município de Tibau do Sul considerada como Área de Proteção Integral regulamentada pela Lei Municipal n 383, de 31 de dezembro de 2008, face à fragilidade geológica do recurso natural e a importância de sua preservação”.