Escola do Trabalhador já recebeu mais de 127 mil matrículas

Escola do Trabalhador já recebeu mais de 127 mil matrículas

Compartilhe esse conteúdo

Mais de 127 mil matrículas já foram feitas na Escola do Trabalhador, lançada no último dia 21 de novembro. Somente no dia 4 de dezembro, a nova plataforma virtual de qualificação recebeu 1.427 inscrições, feitas no site da escola (http://escola.trabalho.gov.br). Nesta terça-feira (5) foram lançados mais três cursos, que se somaram aos  12 cursos oferecidos inicialmente em todo o Brasil. Todos os cursos são gratuitos.

Os números foram anunciados pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que comemorou o resultado. “Tivemos o cuidado de oferecer cursos que ajudariam o trabalhador a se qualificar para conseguir um emprego ou se colocar melhor no seu trabalho. Foi feito um estudo para saber qual a necessidade das empresas e quais as dificuldades dos trabalhadores na hora de conseguirem um emprego. Ficamos muito felizes ao ver que os trabalhadores estão buscando essa qualificação, e temos certeza de que isso produzirá bons resultados no mercado de trabalho”, avalia o ministro.

O curso mais procurado foi o de Inglês Aplicado ao Mundo do Trabalho. Os demais colocados em preferência dos trabalhadores foram Introdução ao Excel, Segurança da Informação; Edição e Tratamento de Imagens e Fundamentos e Processos de Gestão de Recursos Humanos.

“Até o final do ano que vem vamos lançar mais 38 cursos de qualificação para que os trabalhadores tenham outras opções. Nossa meta é qualificar 6 milhões de pessoas”, acrescenta o ministro.

A Escola do Trabalhador pode ser acessada de qualquer computador com internet. Os cursos são gratuitos e não há pré-requisitos para cursá-los. Também não existe escolaridade mínima exigida. Basta fazer um pré-cadastro e iniciar a qualificação.

Cada curso dura aproximadamente 40 horas, tempo estimado como necessário para o trabalhador cumprir todas as tarefas do curso. Mas os inscritos podem ficar tranquilos, pois o conteúdo fica disponível por dois meses, para que eles consigam concluir todos os módulos com calma.  Os conteúdos são compostos de textos, vídeos e jogos. A linguagem é simples e a navegação no site, intuitiva para que seja acessível a todos os trabalhadores.

Ao final de cada curso, os trabalhadores precisam passar por uma avaliação para receber o certificado de conclusão. O documento é emitido pela Universidade de Brasília (UnB), que a foi a instituição responsável pela elaboração dos cursos.

COMO SE INSCREVER

Para se inscrever, basta acessar o site http://escola.trabalho.gov.br, preencher um cadastro e escolher algum dos 12 cursos oferecidos:

1.       Agenciamento de Viagens

2.       Criando um Negócio de Sucesso

3.       Higiene na Indústria de Alimentos

4.       Introdução ao Excel

5.       Português Básico para o Mundo do Trabalho

6.       Demonstrações Contábeis e sua Análise

7.       Conhecendo o Perfil do Agente Comunitário de Saúde e seu Processo de Trabalho

8.       Fundamentos e Processos de Gestão de Recursos Humanos

9.       Segurança da Informação

10.    Edição e Tratamento de Imagens

11.    Inglês Aplicado ao Mundo do Trabalho

12.    Cuidando de Pessoas Idosas

13. Análise de Investimento

14. Comunicação Escrita para o Trabalho

15. Elaboração de Folha de Pagamento de Empresas